top of page

BOLETIM 1213 - A Verdadeira Estrela

Nº 1213   –   ANO XXIII   –   23   a   29   de   dezembro   2023


Mil anos antes de Jesus nascer neste mundo o salmista Davi já salmodiava: “Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos”. Salmo 19:1

Em concordância com o que Moisés registrou no livro dos princípios – Gênesis 1:14 – “E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos”.

O primeiro musical na terra foi feito por um coral de anjos e no evento mais importante – NASCEU O SALVADOR! – “Ora, havia, naquela mesma comarca, pastores que estavam no campo e guardavam durante as vigílias da noite o seu rebanho. E eis que um anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor. E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo, pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. E isto vos será por sinal: achareis o menino envolto em panos e deitado numa manjedoura. E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus e dizendo: Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens! E aconteceu que, ausentando-se deles os anjos para o céu, disseram os pastores uns aos outros: Vamos, pois, até Belém e vejamos isso que aconteceu e que o Senhor nos fez saber... E voltaram os pastores glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, como lhes havia sido dito”. Lucas 2:8-20.

A música tem um poder incrível, ela marca uma época, registra pensamentos, sensações e até gosto, cheiro, momentos, etc.

No decorrer da história os grandes reis são introduzidos a um cerimonial através de música, clarins; a noiva entra nas bodas ao toque de música, e por isso uma das formas de louvar e adorar ao Senhor é cantando, à Ele, o Rei dos reis e o Senhor dos senhores, e como vamos ouvir no musical deste Natal: “Em uma noite tão linda, serena, normal, tudo estava tão calmo e tranquilo. Com pastores no campo, sob a luz do luar, com o céu a luzir, em um mundo a dormir, sem saber  que o amanhã mudaria! Nessa noite tão linda, que parecia normal, até o vento guardava segredo. Uma boa notícia, logo iria chegar, a natureza a dançar, na linda noite sem par em saber que o amanhã mudaria. Dos céus, nasce a esperança, a Rocha dos tempos a luzir rompeu em canções e todo universo se prostra a guarda ouvir o bebê a chorar! E nessa noite tão linda, foi Maria descansar e José prostrado orava. E lá na estrebaria, num lugar tão comum, Ele iria nascer, para o mundo salvar! E Deus lá da glória nos amou enviando Jesus! Foi numa noite tão linda!

Esta como outras lindas canções faz parte deste musical “A Estrela do Natal”, e como é maravilhoso relembrarmos canções que marcaram uma época e até hoje ressoam em adoração da qual convidamos todos a entoarem conosco: “Então minh’alma cant’a Ti Senhor: “Quão grande és Tu! Quão grande és Tu!” Então minh’alma cant’a Ti Senhor: “Quão grande és Tu! Quão grande és Tu!” A Deus demos glória com grande fervor; Seu Filho bendito por nós todos deu. A graça concede a qualquer pecador, abrindo-lhe a porta de entrada no céu. Exultai! Exultai! Vinde todos louvar a Jesus, Salvador, a Jesus, Redentor. A Deus demos glória, por quanto do céu Seu Filho bendito por nós todos deu”.

Mas toda cantata tem “aquela música” que toca nossa alma e nos marca profundamente e esta não poderia ser diferente, da qual até repetiremos esta canção no final: “Forte Deus, Ele é! A Sua graça, nunca termina. Deus de amor, Ele é! Ele é o Alfa também o Ômega! Aleluia! Aleluia! Aleluia! O Deus Conosco! Aleluia! Aleluia! Aleluia! O Deus Conosco! O Deus conosco! Forte Deus, Ele é! A Sua graça nunca termina. Deus de amor, Ele é! Ele é o Alfa também o Ômega! Hoj’e pra sempre estará entre nós! Hoj’e pra sempre, eternamente, hoj’e pra sempre DEUS ESTARÁ ENTRE NÓS!”

Mas não poderíamos deixar de relembrar uma das nações mais tradicionais do NATAL – GLÓRIA!

GLÓ-O-O-O-O-O-RI-A! GLÓ-O-O-O-O-O-RI-A! Glória, Glória nas alturas, que no mundo haja paz! La no céu os anjos cantam, é nascido o Redentor, é nascido o Rei dos reis. Em fulgor cantam glória, glória nas alturas, que no mundo haja a paz. Lá no céu os anjos cantam, é nascido o Redentor, é nascido o Rei dos reis. Glória! Sim glória nas alturas! Glória! Que haja paz! Glória! Nos céus os anjos cantam. Glória! Já nasceu o Rei!

E se Ele ainda não nasceu em seu coração, não permita que mais um ano Ele venha nascer num berço de palha, nos estábulos do mundo por não haver lugar para nascer. Ele está à procura de um coração onde Ele possa fazer morada! FELIZ NATAL!


Claayton Nantes

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page