top of page

BOLETIM 1157 - Troque suas lentes

Nº 1157 – ANO XXII – 26/11 a 02/12 de 2022

Os princípios divinos são eternos e imutáveis, e um dos princípios que vemos Sua vontade é a “GRANDE COMISSÃO”. Deus sempre quis que Seu povo anunciasse Seu amor e Sua graça a todos os povos. Embora não vemos essa ordenança clara no Antigo Testamento, essa era a vontade Deus para com o Seu povo. Deus nunca fez acepção de pessoas; o fato dEle ter escolhido o povo judeu, não significa que Ele rejeitou os outros. Ele queria que o povo judeu anunciasse a todo mundo o amor, o perdão e a aliança do Deus Jeová. Prova disso é a forma como o Senhor abençoou Raabe (uma prostituta que vivia literalmente em cima do muro na cidade de Jericó), Deus não só a perdoou, como deu uma nova chance e a colocou na linhagem do Messias. Assim também com Rute, uma sacerdotisa pagã moabita; mas que através da aliança com o filho de Noemi, pode desfrutar da lei do levirato depois da morte de seu marido, acompanhou a sogra Noemi quando retornava para Belém, mal sabendo ela que teria direito a um remidor, e quando Deus preparou Boaz, ela também entra para linhagem do Messias.

Precisamos trocar as lentes, aquilo que muitas vezes achamos que é luta, perseguição, problemas, Deus vê como oportunidade.

Assim foi com Davi, muitos viram as afrontas de Golias como o fim, mas Davi não, Davi viu como uma oportunidade!

Muitas vezes olhamos com o prisma humano e terreno, e nesse olhar a situação é luta e tribulação, mas no olhar divino é uma oportunidade de podermos ser TESTEMUNHA.

Aos olhos humanos, José sendo vendido pelos irmãos, tido como morto para o pai, comprado por Potifar, chefe da guarda de Faraó; sai da casa de Potifar caluniado, e injustamente vai para prisão, interpreta 2 sonhos – um do copeiro e outro do padeiro; e em 3 dias sua interpretação se cumpre, ele pede ao copeiro que se lembrasse dele quando estivesse diante de Faraó, mas, era necessário o copeiro se esquecer por mais 2 anos; até chegar ao momento em que Faraó tivesse um sonho, e através da interpretação dos sonhos se cumpriria o Sonho de Deus na vida de José; e assim foi! Aos olhos humanos, escravo, luta, tribulação, mas aos olhos divinos, Deus colocou um representante Seu no Egito para ser testemunha viva e apresentar a todo Egito e a Faraó o Deus verdadeiro, através de seu testemunho de vida.

Assim também foi com Daniel, Hananias, Misael e Azarias; aos olhos daquela geração, eles estavam como escravos, cativos na Babilônia, mas com as lentes de Deus, eles eram missionários na Babilônia.

Se não fosse a fornalha de fogo ardente sete vezes mais aquecida, nunca a Babilônia e todas as nações teriam conhecimento do Deus Jeová que é sobre o fogo, e livrou os Seus servos que saíram sem nem ao menos um fio de cabelo queimado. E o que dizer de Dário, ao ver Daniel ser livre dos leões famintos, onde o Deus de Daniel enviou o Seu anjo que fechou a boca dos leões.

O que dizer de Ester na Pérsia? O que dizer daquela adolescente de 12 ou 13 anos na Síria, nem sabemos seu nome, mas que disse à sua senhora: “ah... se este meu senhor Naamã, estivesse em Samaria diante do homem de Deus, ele saberia que há um Deus que cura”.

Ao olharmos para o sofrimento, lutas e perseguições fazemos uma leitura humana de frustração, perdas, derrotas, tribulações, mas com as lentes de Deus, foi através do que eles passaram que demonstraram o poder do Deus Verdadeiro, do Deus Criador e Onipotente!

O que dizer acerca dos sofrimentos de Paulo, pelo menos quatro vezes foi preso, mas aproveitou o máximo de cada minuto que estava encarcerado, escrevendo para uma igreja ou um pastor, e por causa disso, temos 2/3 do Novo Testamento de sua autoria e, pode entender: “todas as coisas cooperam para o bem dos que amam e servem a Deus”. Aprenda a trocar as lentes e fazer uma leitura de cada ocorrência em que isso está contribuindo; e como Deus vê o que você está passando!


Claayton Nantes

41 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page