top of page

BOLETIM 1235 - DIP - DOMINGO DA IGREJA PERSEGUIDA

Nº 1235     –     ANO XXIV     –    25   a   31   de   maio      2024


Em todo o período da história da humanidade o povo de Deus sempre sofreu perseguições e lutas; batalhas, resistências e ataques, foi assim no Antigo Testamento, quando o Reino do Norte foi tomado pelos assírios, e o Reino do Sul, tomado pela Babilônia, e quando voltaram para Jerusalém, no período do Império Persa, não foi um retorno fácil, Neemias, Esdras, Zorobabel sofreram resistência interna e externa também; e o que dizer então, da “Igreja do Senhor Jesus Cristo”?

Logo após a Igreja ser inaugurada no dia de Pentecostes, onde foram vistas línguas repartidas como que de fogo, e o som de um vento impetuoso e veemente, o Espírito Santo caiu sobre eles, dias depois começou uma ferrenha perseguição, como muitos gostam de fazer o ‘trocadilho”: porque não cumpriram Atos 1:8, Deus permitiu Atos 8:1.

A ordem de Jesus era: “Mar recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra”. Atos 1:8.

Eles tinham que ir por todos os lugares e levar as “BOAS NOVAS DO EVANGELHO” a todo o mundo, cumprindo o IDE DO SENHOR; mas os apóstolos do Cordeiro, insistiam em permanecer só em Jerusalém, então Deus permitiu uma terrível perseguição que iniciou com o apedrejamento do diácono Estevão; logo depois Herodes manda matar Tiago e prender ao apóstolo Pedro que é liberto milagrosamente da prisão.

A perseguição se intensifica a ponto de muitos e muitos membros da Igreja primitiva ter que sair pelas montanhas e vales, mudar de cidade e até nação, cumprindo assim forçosamente Atos 1:8 e chegando aos “confins da terra”.

Nesse período em nome da “defesa da lei e tradição judaica” um grande perseguidor da igreja, “fariseu dos fariseus”, vai ao sumo-sacerdote buscar cartas para perseguir dos discípulos em Damasco, e no caminho, o inesperado acontece – ELE TEM UM ENCONTRO COM O PRÓPRIO JESUS; um resplendor de luz do céu o cercou a ponto de cair e ficar cego, e ali, de perseguidor passa a ser perseguido, pois é impossível ter um encontro com Jesus e continuar o mesmo; e assim como aconteceu com Saulo de Tarso, tem acontecido em toda a história da Igreja.

Mas o interessante é que a Igreja começou numa história de perseguição, mataram o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, mas nem a morte pôde detê-lO, ao terceiro dia Ele ressuscitou; porém, a Igreja continuou sendo perseguida, e nos últimos dias da Igreja na Terra, se intensificará ainda mais essa perseguição como nunca antes!

“Disse assim: O quarto animal será o quarto reino na terra, o qual será diferente de todos os reinos; e devorará toda a terra, e a pisará aos pés, e a fará em pedaços. E, quanto às dez pontas, daquele mesmo reino se levantarão dez reis; e depois deles se levantará outro, o qual será diferente dos primeiros e abaterá a três reis. E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei; e eles serão entregues nas suas mãos por um tempo, e tempos, e metade de um tempo”. Daniel 7:23-25.

“Mas, no fim do seu reinado, quando os prevaricadores acabarem, se levantará um rei, feroz de cara, e será entendido em adivinhações. E se fortalecerá a sua força, mas não pelo seu próprio poder; e destruirá maravilhosamente, e prosperará, e fará o que lhe aprouver; e destruirá os fortes e o povo santo”. Daniel 8:23-24.

Então, vos hão de entregar para serdes atormentados e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as gentes por causa do meu nome. Nesse tempo, muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se aborrecerão”. Mateus 24:9-10. “Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo”. Mateus 24:13.

Temos visto o início do cumprimento destes textos proféticos para os “últimos dias”. A cada dia, nações de todo o mundo ‘cumprem uma agenda’, de proibir a evangelização e até a Bíblia – o “Livro Sagrado”, nas escolas, bibliotecas, presídios e hospitais; porém não podemos nos calar do que Deus tem feito, que possamos perseverar até o fim, e combater o bom combate.               


Claayton Nantes

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page