top of page

BOLETIM 1222 - ALIANÇA DE SANGUE

Nº 1222   –   ANO XXIV   –   24/02   a   01/03   2024


Aliança é o termo mais profundo para tratar sobre: acordo, pacto e concerto entre duas partes! Pode ser entre duas pessoas, povos, nações, organizações, Estados, confederações ou até partidos!

O mundo espiritual é embasado em Aliança, desde que Adão pecou, Deus estabeleceu um princípio de remissão – “um sangue puro, um sangue inocente para libertar um culpado”, e isso é feito através de uma “aliança”.

Logo após o pecado o Senhor fez um sacrifício de animal e através deste fez vestes para cobrir a vergonha de Adão e Eva, e assim ficou estabelecido uma verdade apresentada em Hebreus: “Sem derramamento de sangue não há remissão de pecados!”. De Gênesis a Apocalipse um fio vermelho passa no contexto da história, foi assim com Abel, com Enos, Noé, Abraão, Isaque, Jacó, Moisés, Davi, e tantos outros, mas o interessante é que a aliança ficou estabelecida por alguns princípios, como a troca de presentes, era comum em aliança se dar a capa, as vestes, armas, etc...

CAPA – representa referencial, posição, aquilo que fazia com que a posição da pessoa fosse reconhecida, foi o caso da “Capa do Príncipe Jonatas”, que entregou a Davi quando estabeleceram uma aliança.

VESTES – representa algo mais pessoal, mais íntimo, aquilo que está apegado ao corpo, Jesus nos deu Vestes de Santidade, Vestes de Justiça, Vestes de Louvor, Vestes brancas.

Jonatas também entregou sua espada, arco e cinto, estes itens representam a troca de ARMAS, que na verdade está colocando à disposição do outro, a sua força, o seu exército, a sua proteção.

Uma das coisas interessantes também é que toda aliança se tinha um selo. Deus fez uma aliança com um homem que seria o patriarca e estabeleceu um selo – a circuncisão no prepúcio de todo o macho. Cortava-se onde fluía o sangue, para assim se estabelecer uma aliança com Deus. Já no Novo Testamento nosso selo é o Espírito Santo de Deus, por isto que fomos “selados” por Ele.

Em Cristo Jesus, foi estabelecido o acordo, o pacto, o concerto perpétuo, Ele levou toda a culpa, toda a enfermidade, todos os nossos pecados e fraquezas, e por meio dEle fomos sarados. Ele nos substituiu, como cordeiro mudo indo para o matadouro, se fez maldito por nós, para que a benção chegasse ao gentil. A aliança de Sangue que Deus fez conosco foi através do Seu Filho, Ele entregou o que Ele tem de melhor para que pudesse resgatar o homem.

Em Cristo vemos tudo aquilo que era sombra no Antigo Testamento, n’Ele se cumpre tudo o que era figura, todas as cristofanias apresentadas no decorrer da história passam a ser reais em Cristo Jesus.

Ele é o ‘cordeiro’ que foi sacrificado para cobrir a vergonha de Adão e Eva.

Ele é o sangue que clama diante de Deus por ter caído na terra como um sangue inocente quando Caim matou Abel.

Ele é o fio vermelho na janela de Raabe.

Ele é o Cordeiro mudo que vai para o matadouro e tira o pecado do mundo.

Ele é a serpente de bronze erguida no deserto para anular todo veneno da serpente (o antídoto).

Ele é o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim.

Ele é a resplandecente Estrela da Manhã, a raiz de Jessé.

Ele é O Caminho, A Verdade e A Vida.

Ele é A Porta, A Palavra.

Ele é o Eu Sou!

ELE É O MESSIAS.

E Deus amou o mundo de tal maneira que resolveu entregar, dar o Seu Único Filho para que todo aquele que nEle crer, não pereça, mas tenha a vida eterna. Não tem outro caminho, outro método, outra maneira do ser humano se chegar até Deus hoje, Ele estabeleceu um Novo e Vivo Caminho – Jesus Cristo homem, e ninguém vai ao Pai, a não ser por Ele. Deus propôs um acordo, um pacto com o ser humano, e este, é só por meio de aliança, portanto se você ainda não firmou a sua aliança com Deus, não perca mais tempo, se já o fez, então cumpra com sua parte nesta aliança e desfrute dos benefícios nela compreendidos.

A riqueza do conteúdo bíblico é inesgotável, assim como mergulhar no profundo do oceano, esse ensino é a chave para você se aprofundar e entender o plano de Deus para a humanidade.

Podemos dividir toda a Bíblia em dois testamentos – o Antigo e o Novo, onde registram as alianças (pactos) de Deus com o homem.

Testamento aponta para herança, bens, “aliança”.  A palavra aliança no original deriva de um verbo que significa “cortar”, porém no conceito e propósito pelo qual ele foi estabelecido “cortar” aqui é fazer e não romper, pois significa cortar até onde há o fluir do sangue, sugerindo uma incisão da qual corre sangue!

Entendendo esse segredo, vamos compreender o plano de Deus para usar o “acordo da aliança” com o fim de remir a humanidade.             


Claayton Nantes

67 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page