top of page

BOLETIM 1178 - O que está acontecendo na Vida a 2?

Nº 1178 – ANO XXIII – 22 a 28 de abril 2023


A vida a dois nunca foi fácil, sempre um desafio muito grande, pois são duas culturas, duas histórias se unindo debaixo do mesmo teto, porém, temos observado que depois da pandemia os desafios estão maiores, mas não podemos negligenciar que a batalha espiritual aumentou, os ataques aumentaram e por outro lado a tolerância e resiliência diminuiu.

Muitas pessoas não estão mais dispostas a renunciar, sacrificar suas vontades; abrir mão e superar.

Estamos lutando contra principados e potestades que querem desconstruir tudo o que Deus estabeleceu como princípios.

O casamento é a primeira instituição que Deus estabeleceu ainda no Éden, e precisamos entender os verdadeiros propósitos do casamento – da vida a dois!

Muitas famílias e relacionamentos estão sendo assolados, a tensão aumentou e com isso aumentou as cobranças e exigências de um para com o outro.

Muitos casamentos que estavam só “sobrevivendo”, não estão mais dispostos a renunciar para conviver e com isso os atritos e conflitos aumentaram.

O mundo vive em uma mudança contínua e ainda mais agora com a evolução da tecnologia, redes sociais, internet, Netflix, cada um tem mais acesso a entretenimentos, ocupando e distraindo muitas pessoas de suas responsabilidades mas por outro lado também criando uma ilusão de modelos perfeitos inalcançáveis, inatingíveis.

Uma das piores coisas para qualquer pessoa é a comparação. Quando se cria uma expectativa de projetar no outro algo que ouviu, viu na vida de outras pessoas.

Cada ser humano é único, e não adianta você entrar pela linha da comparação que isso é prejudicial, aliás, nem que o casal tenha gêmeos, não se pode comparar porque cada ser é um indivíduo o que dirá à cerca de duas pessoas que vem com sua “cultura da família original ou matriz”.

Muitos casamentos sobreviviam porque eles tinham pouco contato, e durante e após a pandemia houve inúmeras mudanças, e com isso precisou se conviver mais tempo junto, se inteirou mais das responsabilidades do lar, dos filhos e até das despesas e conquistas em família, e muitos não estavam preparados para isso, chegando a atritos e cobranças desgastantes que nunca antes tinham notado.

Com esse “excesso de convivência” se pegou muita ‘liberdade’, e muitos estão extrapolando desenvolvendo uma “cumplicidade” de irmãos, brigam e chegam até à agressão física – batem, achando que como irmãos na infância tem esse direito de impor a sua vontade através da força física.

Temos que entender que “NINGUÉM MUDA NINGUÉM”, e quando você DECIDIU se casar, você decidiu aceitar a pessoa do jeito que ela é; infelizmente muitos entraram para o desafio da vida a dois com a falsa ilusão: “quando casarmos eu mudo ele(a)”, e não muda. Na verdade quando se diz: “EU NÃO AGUENTO MAIS”, está querendo dizer: “EU NÃO ESTOU DISPOSTA MAIS A ACEITAR ISSO OU AQUILO...”

O que precisamos entender é que Deus não une pessoas, Deus une propósitos, então precisamos entender o propósito pelo qual Deus nos uniu, e a partir do momento que entende o propósito conseguimos viver o amor ágape descrito por Paulo em 1 Coríntios 13 – “o amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece, não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha!” 1 Coríntios 13:4-8

Muitos casais se tornaram mais vulnerável e isso tem afetado a saúde emocional, mental e psicológica, precisamos aliviar as tensões, amenizar as cobranças, aumentar as defesas espirituais consagrando um jejum, um propósito contínuo de oração pela SAÚDE CONJUGAL, para que assim vocês cumpram o propósito pelo qual Deus vos uniu. Com esse propósito vamos renovar os votos conjugais no próximo dia 06 de maio, se você ainda não enviou cópia da sua certidão de casamento, entre em contato com a secretaria e se prepare para uma noite marcante onde estaremos ungindo cada família, blindando a vossa família para este novo tempo; e assim iniciando uma série de mensagens todos os domingos à noite sobre RELACIONAMENTOS, ungindo cada casal à cada domingo.


Claayton Nantes

75 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page