top of page

BOLETIM 1144 - Marcadas pela promessa

Nº 1144 – ANO XXII – 27/08 a 03/09 de 2022



Pelo dicionário ‘marcadas’, são pessoas que receberam uma marca!

Quando olhamos por esse prisma, entendemos que todo ser humano vai somatizando diversas marcas durante o decorrer da vida. Somos marcados pela vida, por nossa história, por nossa família, pelas nossas realizações e fracassos, feridas, traumas e tristes lembranças, porém precisamos entender que temos uma marca que transcende coisas terrenas e humanas, temos uma marca divina, fomos marcados por Deus com um destino de vitórias, mas para isso precisamos guerrear e agarrar nesta promessa com muito afinco para que se cumpra. Tem muitas pessoas que nos rotulam pela nossa história, pelo que já vivemos ou pelo estigma que um momento da nossa vida nos deixou de cicatrizes, porém, temos que saber que o Criador nos fez uma promessa de bênçãos e vitórias e se acreditarmos e lutarmos por ela, essa será a nossa realidade! Nossas marcas, são um pouco de nós mesmos, pois elas contam nossa história de vida; porém somos mais do que a história que já vivemos até aqui.

Eva ficou marcada pelo pecado, e essa marca maculou toda espécie humana, toda sua descendência. Pela desobediência à Deus, um pecou, todos pecaram; o pecado entrou na humanidade através de um homem – Adão.

Sara era marcada pela esterilidade, mas de repente o Senhor Deus falou com seu esposo Abraão e lhe fez uma promessa de que eles seriam pais de nações; multidões descenderiam deles. Sara até riu, mas a verdade é que a marca desta promessa fez ela ser mãe de Isaque!

Não foi diferente com Ana, que estava estigmatizada pela esterilidade, e com isso sua competidora Penina a irritava; mas isso até o momento do Senhor usar a boca do sacerdote Eli e dizer a ela: “O Senhor te conceda a petição que lhe fizeste”; essa promessa mudou a vida, o destino e o desígnio daquela que era desprezada e rejeitada por não poder dar filhos ao seu marido Elcana. Ana queria um filho, mas Deus queria um sacerdote. Ana queria um filho, mas Deus queria um profeta. Ana queria um filho, mas Deus queria um juiz para a nação; quando ela entregou a Deus o que ela mais queria, Deus lhe fez a promessa de ser alegre mãe de filhos.

Assim poderia falar de Tamar, Noemi; de Rute, de Ester, de Abigail, e porque não dizer acerca da mulher do fluxo de sangue – marcada pela enfermidade que a levou ao isolamento; naquela época, sua enfermidade a tornava imunda diante das pessoas a privando de desfrutar de uma vida social, gastara todos os seus bens em busca da restauração até o momento em que teve o encontro com Cristo. Assim também a mulher samaritana, marcada por relacionamentos que não deram certo. Uma mulher marcada pela decepção amorosa, marcada por relacionamentos frustrados; em busca de algo que não havia encontrado até ser marcada por um encontro no poço de Jacó.

Cada um tem suas marcas, cicatrizes e feridas. Algumas que ainda doem, outras que lembram coisas que já doeram e por isso se isolaram.

Essas marcas querem sobrepor sua identidade e te definir, te anular; querendo decretar quem você é por uma situação do passado, porém a promessa que o Senhor tem na tua vida é que tem que nortear a sua história – você nasceu para ser a Noiva do Cordeiro, a Noiva do Rei dos reis e Senhor dos senhores, imaculada, sem rugas e nem manchas.

O propósito de Deus é que sejamos norteados pela eternidade. Não importa quão profundas sejam as cicatrizes que a vida lhe colocou, isso não te define! O que importa na realidade é que Deus te marcou com uma promessa incrível de uma vida abundante, cheia de paz e alegria no Espírito.

Se aproprie da promessa que Ele te fez e norteie sua vida pela que lhe está proposto para toda eternidade, sabendo que Ele tem o melhor para você; então lute pela promessa de abundância.


Claayton Nantes

55 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page