top of page

Boletim 1128 - “LEGADO MATERNO”

Nº 1128 – ANO XXII – 07 a 13 maio de 2022


Nós nascemos para a eternidade!

Quando Deus criou o ser humano, Ele criou um espírito, que possui uma alma e mora num corpo. A vontade de Deus é que esse ser à Sua imagem e Sua semelhança fosse eterno, porém, como prova de amor e fidelidade, Deus colocou uma árvore do conhecimento do bem e do mal, para poder estabelecer limites ao homem: “E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás”. Gênesis 2:16-17.

Deus não criou o homem para morrer! A morte é consequência da desobediência, salário do pecado; porém, uma vez que Adão, nosso patriarca desobedeceu, comeu do fruto, ele contaminou, maculou toda a espécie humana – “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”. Romanos 3:23

A vontade de Deus é que o “ser humano” andasse com Ele, desenvolvesse uma intimidade tal a ponto de Deus o tomar para Si, assim como fez com Enoque – “E Enoque andou com Deus e Deus para Si o tomou!”. Gênesis 5:24

Então como consequência do pecado, consequência dessa queda, desobediência, iniciou um ‘processo de morte’ na raça humana; que somente Cristo Jesus pode resolver esse problema – “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos”. Atos 4:12. Porém, mesmo diante da ‘morte’, podemos deixar um legado, uma marca, um ensinamento através das nossas vidas. Você já percebeu que cada um de nós tem um pouco de cada personagem bíblico?

Eles nos deixaram ensinamentos e histórias tão marcantes que mesmo depois de mortos, ainda falam!

E esse pode ser o papel que os pais podem exercer sobre nós também; principalmente a mãe!

Mas, mais do que refletir que legado sua mãe te deixou, quero te desafiar neste “domingo do Dia das Mães” a refletir: “Qual legado você está deixando para a próxima geração?”

“Que lição, aprendizado – LEGADO – você quer perpetuar mesmo depois que deixar este mundo?”

Ao olharmos para os personagens bíblicos vemos pessoas que entraram para a lista de “histórias de sucesso”, e infelizmente alguns não são nem lembrados.

Imagine que tristeza ter uma lápide como o rei Jeorão de Israel (filho de Acabe e Jezabel), além de uma morte prematura aos 40 anos, todos queriam esquecer seu mandato, sua vida: “Era Jeorão da idade de 32 anos quando começou a reinar, e reinou em Jerusalém oito anos, e foi-se sem deixar de si saudades; e o sepultaram na Cidade de Davi, porém não nos sepulcros dos reis”. 2 Cr. 21:20.

O legado é uma marca, um impacto que sua vida e sua história deixa em outras pessoas e perpetua sua vida nas genealogias posteriores.

Quando falamos de legado, muitas vezes imaginamos que é algo gigante, algo transformador. Mas o legado nada mais é, que a soma de algumas experiências, lições, aprendizados, e o resultado é: o valor gerado e o impacto causado na vida das pessoas. Com esse entendimento não posso me esquecer de Joquebede, que pagou preço de gerar um libertador, o mediador do antigo testamento – MOISÉS. Mulher de garra e determinação.

O que dizer de Ana? Que rasgou sua alma no altar, clamando por um filho, e gerou um profeta, juiz e sacerdote de Deus. Não posso deixar de citar Débora, a juíza que é comparada a uma “mãe para a nação de Israel”, que trouxe toda a sua geração de volta para Deus, e venceu batalhas e afrontas de todo um povo. Mas gostaria de te desafiar a pensar no legado de Rute, Ester, Abigail, Rispa, Isabel, Maria, Marta e Maria, Dorcas, enfim, quero te levar a refletir: Que legado você está deixando para as futuras gerações?

Como você deseja ser lembrada?

Feliz Dia das Mães!


Claayton Nantes

36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page