top of page

BOLETIM 1107 - Bíblia, um livro perigoso

Nº 1107 – ANO XXI – 11 a 17 de dezembro de 2021


Ao olharmos para a história da humanidade podemos identificar em todas as eras que sempre houve pessoas que se levantaram contra a Bíblia, tentando fazer de tudo para que não chegasse ao conhecimento da humanidade. Imperadores se levantaram com ira contra esse livro. Líderes religiosos temiam que o povo tivesse conhecimento do seu conteúdo, então preferiram confiná-la em mosteiros ou monastérios, restringindo o acesso a um pequeno grupo de pessoas.

Com tudo isso, ficamos a pensar: O que incomoda tanto as pessoas nesse livro? Porque muitos líderes, governadores e autoridades são contra a propagação de sua mensagem e seu conteúdo?

É bem verdade que esse não é um livro qualquer, pois ele é a própria palavra de Deus.

O Criador do Universo, o Todo Poderoso, o Único Deus verdadeiro decidiu Se comunicar através da Sua Palavra.

Seu próprio Filho, Ele, O nomeou de O Verbo (Palavra em ação): “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez”. João 1:1-3

“Assim será a palavra que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia; antes, fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a enviei”. Isaías 55:11

O ser humano nasce da ‘semente de Adão’. Uma vez que ele desobedeceu a Deus, ele contaminou a espécie (ser humano) – porque um pecou, todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus. (Romanos 3:23). Então, entendemos que o ser humano pende ao pecado, tem a semente do pecado em si, e o mundo (sistema deste mundo), jaz no maligno, então, querem levar a criatura a se afastar de Deus, e cumprir seus próprios desejos, prazeres e vontades; Mas, mesmo assim, existe um ‘limite’, um ‘alerta na consciência’ que são os padrões morais e divinos intrínsecos no ser humano, que, como um ‘farol vermelho’ demonstra o que não se deve fazer (uns o chamam de instinto), e quando passam o ‘farol vermelho’, logo vem o constrangimento, a vergonha, a culpa; para fugir dessa condenação, o homem foge inconscientemente da Palavra de Deus – a Bíblia, que apresenta os padrões morais de Deus, porém, só nela encontramos a solução, a saída: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. (João 8:32)

É nela que é apresentado o caminho da salvação, a solução de toda acusação, condenação e o caminho de volta a Deus – arrependimento, confissão de pecados e o estabelecimento de Jesus Cristo como Único Senhor e Salvador para apagar os pecados e religar o ser humano ao Criador – Jesus Cristo, Homem, Àquele que veio em carne e sangue, morreu na cruz do calvário (para pagar a dívida impagável do ser humano), cumprindo a exigência da lei – “sem derramamento de sangue não há remissão de pecados”. (Hebreus 9:22)

Por ser a Palavra de Deus, nos apresentar a “constituição do Reino dos céus”, a Verdade que transforma vidas; muitos perseguem a Bíblia, desprezam, proíbem e se levantam contra.

Mas ao analisarmos com esse prisma, Jesus Cristo é a própria Palavra, o Verbo; então todo aquele que se levanta contra a Palavra de Deus está sendo influenciado pelo espírito do anticristo.

Por isso temos que estudar esse livro, meditar nas Palavras deste livro, zelar e propagar essa mensagem.

Investir no conhecimento sobre esta Palavra, aumentando e melhorando o entendimento da Palavra de Deus.

Pregar o Evangelho genuíno e verdadeiro vai ser uma “afronta” ao sistema deste mundo, ao pecado, e àqueles que querem viver dissolutamente; mas, importa obedecer à Deus do que aos homens. Todo segundo domingo de dezembro é celebrado ‘O DIA DA BÌBLIA’, louve e agradeça a Deus por esta Palavra ter chegado até você. Invista na busca do seu conhecimento; procure viver a prática desta Palavra para agradar a Deus e diga como o salmista: “Oh! Quanto amo a tua lei! É a minha meditação em todo o dia!” Salmo 119:97


Claayton Nantes

42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page