top of page

BOLETIM 1093 - Rosh Hashanáh – Festa das Trombetas

Nº 1093 – ANO XXI – 04 a 10 de setembro de 2021


No próximo dia 07 de setembro de 2021, dá-se início no calendário judaico mais um ano – 5782, onde é celebrado a Festa das Trombetas, não somente “Trombetas”, mas esse ano é marcado também pelo “Shemitáh” – Ano Sabático mediante ordenança estabelecida no Pentateuco; que esse ano coincide com o Dia da Independência do Brasil.

Segundo especialistas e muitos pastores, isso não é apenas uma “coincidência”, mas um movimento profético, pois a nação brasileira faz parte do plano de Deus, e o povo de Deus está se unindo como nunca, clamando por justiça – o qual a história nos confirma que em todo período de Shemitá é o tempo de Deus executar juízo.

Um ano e seis meses (18m) em pandemia é fácil prever crises financeiras globais, mas não é coincidência que muitos outros shemitá’s ocorreram imensas dificuldades financeiras para o mundo, está tudo simetricamente planejado na agenda de Deus, vamos analisar alguns shemitá’s que a historia nos relata:

Shemitá de 1987 – maior queda da Bolsa de Wall Street

Shemitá de 1994 – crise do mercado de títulos.

Shemitá de 2001 – (11/09) queda do World Trade Center, resultando no colapso das bolsas de valores (17/09), o maior ‘crash’ da história da bolsa dos EUA.

Shemitá de 2008 – queda de 777 pontos no índice Dow Jones (29/09).

Shemitá de 2015 – não foi coincidência que teve um eclipse solar (fato este que só aconteceu em 1931 e 1987), e houve o enfraquecimento econômico da China, onde houve um ‘circuit breakers’ – um mecanismo de suspensão da Bolsa para limitar as perdas no mercado das ações (13/09).

Shemitá de 1931 foi quando a Inglaterra abandonou o padrão-ouro, desencadeando falhas de mercado e falências de bancos ao redor do mundo.

Impressionante que os ‘caracteres judaicos deste novo ano de 1º de Tishrei (07/09/21) é interpretado como “Construindo a Casa para o futuro”

1º de Tishrei segundo tradição é comemorado o aniversário da “CRIAÇÃO” de Gênesis 1 (aniversário do planeta).

Porém seria um mistério que desde à lei (há mais de 3.500 anos atrás, estabelecida por Deus nos dias de Moisés no deserto), teria uma ‘chave’ para o que vai acontecer com os mercados financeiros globais?

O shemitá é um padrão bíblico estabelecido por Deus que à cada 7 anos deveriam dar descanso à Terra, um período onde não haveria semeadura e colheita, pois assim como Deus criou todas as coisas em 6 dias e no 7º descansou, o 7º é um período de “Descanso”, porém o povo negligenciou essa ordenança, mas Deus levou isso muito à sério, e pelo fato da inobservância destes “ano sabáticos”, por cada ano que negligenciaram seria 1 ano de cativeiro babilônio, e por isso ficaram 70 anos no cativeiro babilônico (o equivalente a 490 anos de desobediência do descanso da Terra), e o povo judeu no ano 586 aC, foi exilado na Babilônia (pois assim forçosamente a ‘Terra Prometida’, o solo ficaria 70 anos de “descanso”, porém através de um juízo de Deus.

Esse período é para mostrar que o sustento, o recurso, a provisão não vem do esforço do homem, mas é obra única e exclusivamente da graça de Deus, então, nesse ano do “Shemitá”, era o período da libertação e do cancelamento de dívidas, momento de provisão sobrenatural.

Mediante Deuteronômio 15, nos mostra que todo credor que emprestou, vendeu e não recebeu, deveria conceder uma “Renúncia de Dívidas”, perdoando e liberando àqueles que estavam como escravos, isso era chamado de “renúncia ao Senhor”.

Deus separou um dia para Ele e o santificou. No sábado, Deus dá o dobro da sua unção e sua revelação”, de acordo com as especificações da Bíblia, assim como o sábado é o descanso semanal das pessoas e dos animais, a terra também tem o seu sábado: seis anos são para a semeadura, mas o sétimo ano é de descanso. Este é o ano Shemitá. Além disso, qualquer fruto do campo é considerado sem dono e pode ser colhido por qualquer pessoa. “No ano Shemitá, tudo o que há na terra volta a ser de Deus e Ele permite que qualquer pessoa pegue do fruto”.

Este também é um período em que todas as dívidas são perdoadas, conforme as regulamentações bíblicas. “É um ano em que Deus estabelece justiça social e permite que haja um nivelamento”.

“É um tempo de recomeço, restituição e também um tempo de juízo;” há um juízo e um abalo nas nações, envolvendo mudanças econômicas e governamentais”.

“Deus abençoa e recompensa os fiéis, e há prejuízo entre aqueles que não são. Então há um equilíbrio social no mundo — alguns descem e outros sobem.


Claayton Nantes

368 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page