top of page

BOLETIM 1061 - 14º Proclama São Paulo - Crise de Identidade

Nº 1061 ANO XXI 23 a 29 janeiro de 2021


Nossa geração está sofrendo uma “crise de identidade”, consequentemente está levando a sociedade e até a “igreja” a ver as coisas por uma perspectiva errada. Pessoas que não te permitem pensar diferente delas, esquecendo-se que somos “indivíduos”; seres únicos! A maior crise que vivemos não são ‘as externas’, mas sim a interna – “crise de identidade” que tem se instaurado na vida das pessoas, das formas mais diversas, as pessoas perderam a identidade, não sabem quem são. E, diante da pandemia que estamos encarando, muitos não conseguem nem se quer responder: “Quem são?” Quanto mais o homem se afasta de Deus mais ele perde a sua identidade, foi isso que aconteceu no Paraíso, com Adão e Eva que tinham sido criados à imagem e semelhança de Deus. Perderam a essência e por isso deixaram de cumprir o propósito pelo qual tinham sido criados. Tudo o que Deus criou tem um propósito específico, mas ao homem, quando Ele estabelece a missão, o propósito, Ele capacita, reveste e habilita. A ordem de Jesus aos seus discípulos foi: “Ficai em Jerusalém até que do alto sejais revestidos de poder” – a unção do Espírito Santo é que os capacitaria para cumprirem a grande comissão. A crise de identidade é causa da derrota na vida de qualquer pessoa. Deus cumpriu Sua promessa e arrancou o Seu povo do Egito depois de 430 longos anos, e quando chegaram próximo à promessa, Deus instruiu a Moisés a levantar 12 espias, dos quais 10 estavam sofrendo de uma “crise de identidade”, agiram pelos 5 sentidos e contaminaram todo o povo de Israel, retardando 40 anos a promessa que já estava diante de seus olhos, porque olharam para as circunstâncias. Ao invés de olharem para tudo o que Deus já tinha feito: “o livramento das 10 pragas; a coluna de fogo, a nuvem de fumaça; o mar vermelho; o maná, água da rocha; enfim, inúmeros milagres”, foram dar ouvidos a notícia fake – “somos gafanhotos perto daqueles gigantes”. “Fomos à terra a que nos enviaste; e, verdadeiramente, mana leite e mel; este é o fruto dela. O povo, porém, que habita nessa terra é poderoso, e as cidades, mui grandes e fortificadas; também vimos ali os filhos de Anaque (gigantes)... E diante dos filhos de Israel, infamaram a terra que haviam espiado, dizendo: a terra pelo meio da qual passamos a espiar é terra que devora os seus moradores; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura. Também vimos ali gigantes.... Números 13 e 14. PERDA DE IDENTIDADE – se viam como gafanhotos, só que a perda da identidade leva a perca de propósito. O ataque sempre se demonstra GIGANTE, COISAS DE GRANDE DIMENSÃO, HOMENS DE GRANDE ESTATURA, porém diante de tal visão, esqueceram-se de que Àquele que fez a promessa é infinitamente maior que os gigantes, Ele é o Todo-Poderoso, Criador dos Céus e da Terra, que vela sobre Sua Palavra para a cumprir, o Supremo Senhor de tudo quanto existe ou venha a existir... CRISE DE IDENTIDADE, sempre vai ser motivada pelo foco errado na visão. A crise é um espírito maligno, que nos leva a ver as coisas por uma perspectiva errada. Um conceito errado; uma visão distorcida. Toda crise vem consigo um espírito sedutor, e muitos são enfeitiçados por ela, dominados pelo que nos cerca e esquecidos de Deus e Sua Palavra. Claayton Nantes


86 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page