top of page

BOLETIM 1044 - Resumo Histórico do Antigo Testamento

Nº 1044 ANO XX 27/09 a 03/10 de 2020


Muitas pessoas desanimam em ler o Antigo Testamento por declarar não entender, porém, o que temos que entender é que o Antigo Testamento compreende uma história de 4.000 anos, e o Novo Testamento apenas 100 anos.

Temos que ter a estrutura cronológica em mente para podermos extrair um aprendizado melhor.

Deus queria um povo, então Ele escolheu um homem – Abraão, e fez uma aliança com ele, porque através dele o Senhor faria uma grande nação.

De Abraão, o Senhor renovou a aliança com Isaque e Jacó.

Jacó teve 12 filhos, os quais Deus escolheu para serem as tribos de Israel. Seu 11º filho é vendido para o Egito, mas se torna o 2º homem do Egito, ele trouxe toda a família para o Egito no período dos 7 anos de ‘vacas magras’, mediante a interpretação do sonho que José deu a Faraó. Ficam no Egito 430 anos, e saem com ouro, prata, pedras preciosas, espelhos, etc.

Chegamos ao período de Moisés, o homem a quem Deus escolheu para tirar o povo do Egito, porém quando estavam já enxergando a Terra Prometida, ele envia 12 espias, por 40 dias a espiar a terra, e 10 voltam com o relatório negativo que contamina toda uma geração, e somente 2 acreditaram – Josué e Calebe, porém passam-se 40 anos como castigo pela incredulidade, e neste tempo o Senhor mata toda aquela geração que não acreditou.

E com a geração Josué e Calebe o Senhor os leva a conquistar, guerrear e se apropriar da terra que tinha prometido a Abraão. Agora, estão conquistando algo que será próprio, onde vão estabelecer residência e não apenas tendas. Tendo endereço fixo, os problemas são outros, e agora eles tem uma nação, então necessitam de juízes para julgar as questões sociais, porém, mesmo assim, a nação se afasta de Deus e faz alianças erradas, cultuando deuses falsos e deixando o paganismo contaminar o povo.

Devido a isso, o Senhor fortalece as nações vizinhas para oprimir, atacar e escravizar o povo de Israel, para se lembrarem que eles tem o Deus verdadeiro, e se voltarem para Ele, e esse ciclo de pecado, apostasia, escravidão se repete por 13 vezes, durante a história dos 13 juízes que o Senhor levantou em Israel, até que a nação pede ao profeta Samuel que querem ser iguais a outras nações, e que querem um rei. (o período de juízes vai perdurar 410 anos).

Pela insistência e pedido do povo, o Senhor disse a Samuel para ungir Saul a rei, e inicia o período de “Reino Unido”, onde cada rei governa 40 anos, começando por Saul, depois Davi, e por fim seu filho Salomão.

Mas devido aos pecados de Salomão, o Senhor mais uma vez se entristeceu com Seu povo, e julgará esse povo no reinado do filho de Salomão – Roboão, que aumenta os impostos e endurece as cerviz e quebra o ‘reino unido’, ficando apenas sob o governo de apenas 2 tribos, por amor a aliança que Deus tinha firmado com Davi, e a promessa que o reino nunca sairia de sua descendência, então se estabelece Reino do Sul, e Reino do Norte.

Reino do Sul, é Judá onde a capital é Jerusalém, sempre na linhagem de Davi, iniciando sob o governo de Roboão, filho de Salomão, que vai perdurar 345 anos, onde após esse período será tomado pela Babilônia e ficarão no cativeiro por 70 anos (será nosso foco do ano 2021 – com o propósito de estudarmos profeta Isaías, que se levantou para profetizar e alertar ao reino do sul).

Reino do Norte, é Israel onde a capital é Samaria, que começa sob o governo de Jeroboão, o qual vai construir bezerros de ouro para que as 10 tribos não desçam a Jerusalém para cultuar no templo, e leva a nação toda a idolatria, um reinado de paganismo, só guerras, confusões, e perdura o Reino do Norte por 200 anos, onde será tomado pela Assíria, em que a capital é Nínive.

No período dos reis, Deus levantava profetas para confrontar e corrigir os reis e a nação; alguns dos profetas levantados para o Reino do Norte foram: Elias, Eliseu, Jonas, Amós e Oséias.

Já no Reino do Sul alguns dos profetas foram Isaías, Miquéias, Sofonias, Jeremias, Naum e Habacuque.

Com 200 anos, o reino do Norte, Israel foi tomado pela Assíria.

Com 345 anos, o reino do Sul, Judá é levado para o cativeiro Babilônico que durará 70 anos. Os profetas desse período foram Jeremias, Ezequiel e Daniel. E por fim, vem o retorno do exílio onde vão reconstruir os muros e o templo. Os muros com Neemias, e o templo com Zorobabel. É o período de Esdras, Neemias, Ester, Zacarias e Malaquias.

Quando entendemos a história e colocamos ela em ordem cronológica, ela se torna fascinante, e nosso Deus é tão tremendo que a deixa mais fascinante ainda falando profeticamente em cima de uma história literal que aconteceu com Seu povo, continua falando a nós, pois “tudo o que está escrito para nosso ensino está escrito” Romanos 15:4-5; e lembrando que o Antigo Testamento é sombra das coisas que hão de acontecer. Colossenses 2:17. Mergulhe no conhecimento das Escrituras e seja impactado pela Palavra de Deus.

Claayton Nantes

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page